sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Empregos Brasil x Inglaterra

Ola amigos, tudo bem?


Estou na luta, procurando emprego no Brasil e fazendo varias entrevistas. A unica coisa que me preocupa e a chegada do natal e virada do ano, pois como a minha area de trabalho e industria, elas costumam fechar nesse periodo.

Muito bem, este post e para conversarmos um pouquinho sobre trabalho aqui no Brasil e na Inglaterra, ok?

Pois bem, a quantidade de trabalho disponivel na Inglaterra e consideravelmente maior do que no Brasil, para os que nao conhecem esse fato. Na primeira semana de estadia na Inglaterra ja estava empregada. Bem, mas isso porque desde o primeiro dia estava mandando CV´s e me cadastrando em websites de empregos, franquias etc...

So que isso na verdade e extremamente influenciado de pessoa para pessoa. Sempre fui bem realista com voces, e agora nao sera diferente. A facilidade em arrumar emprego sera definida pelo nivel de ingles, capacidade de se expressar na entrevista, disponibilidade para executar tais tarefas, alem da vontade e motivacao em procurar um trabalho.

Conheco muita gente com nivel de ingles melhor do que eu que ficou muito tempo desempregada e ate teve que voltar ao Brasil por falta de grana, e conheco os que nao falavam quase nada de ingles e se arranjaram por la.

Eu tinha que fazer dar certo, sabia que seria uma oportunidade unica, e nao poderia contar com a ajuda de ninguem. Ou seja, tive que fazer dar certo.

Meu primeiro trabalho foi ser ajudante de cozinha e customer service de uma rede de sanduiches bem conhecida na Inglaterra e aqui. Eram todos homens e indianos, e eu basicamente ficava isolada enquanto eles falavam a propria lingua o dia inteiro. Aquele trabalho foi horroroso, primeiro pelo impacto da lingua, segundo porque alem de brincarem de me trancar no freezer, levei um calote na hora de receber o salario. Agora posso rir disso tudo, mas na hora me bateu uma depre danada.

Depois disso, me cadastrei em agencia de eventos e em todas as franquias possiveis novamente. Com isso, comecei a trabalhar em locais finos servindo jantares e preparando mesas. Muito glamour, pouco dinheiro, alem de ser sazonal. Fiz alguns, mas sempre tratando aquilo como "bico".

Arrumei por intermedio de um amigo, um trabalho em uma franquia de sandubas e wraps, e comecei a trabalhar com alta producao na cozinha. Sem contar que entrava as seis da manha, e nessa epoca comecei a entender o termo "vegetar". Si, porque eu trabalhava, estudava e vegetava o resto do tempo, de tao cansada que ficava. O salario girava entre 6 e com bonus chegava a 7 pounds a hora, o que me fez querer prosseguir. Como nao dei sorte outra vez, minha team leader tinha o costume de dar tapas e beliscoes nos funcionarios, e como nao sou saco de pancadas, enfrentei a folgada. Resultado: quando recebi os horarios da faculdade e pedi para mudar de turno, foi a oportunidade de ela se livrar de minha pessoa, eheheh...

Nesse meio tempo, consegui trabalhar em estadios de futebol, fritando batata, vendendo bebidas e salgados. O trabalho nao era puxado, pagava o minimo (5,80 pounds a hora) e era somente de final de semana. So que como diversos trabalhos, e sazonal, entao tratava-se de um "bico".

Por fim, as coisas comecaram a melhorar quando comecei a trabalhar de garconete em um restaurante brasileiro. Eu recebia o minimo, porem fazia mais horas, e recebia algumas merrecas de gorjeta semanal. Alem de poder comer no trabalho, e ser comida de verdade ehehe... isso, para quem esta por la, e grande diferencial e beneficio. Trabalhei nesse restaurante por 8 meses, aos finais de semana. O trabalho e agitado, as horas passam depressa, se faz muito networking e tem musica ao vivo (eba!)

Juntamente com o trabalho do restaurante, por indicacao de amigos, entrei na melhor empresa que trabalhei na Inglaterra. Foi la que comecei a ver que e melhor fazer limpeza do que trabalhar em restaurantes e cafes. O salario e melhor, o servico e mais pesado e bracal porem sem tanta pressao, alem da estabilidade, ja que o ano inteiro precisariam de mim.

Nesse trabalho removi lixo, tive uma pequena passagem pelo time do aspirador, e terminei como time de detalhes, a limpeza mais pesada que ja fiz. Tambem fiquei de supervisora nas ferias do chefe, e tinha uma certa confianca dos meus superiores, o que fazia sentir-me util, apesar da posicao.




Entrei de cara no servico de cleaner. Peguei duas casas para limpar, sendo que cobrava 10 pounds a hora, no minimo teria que ser contratada por 3h a cada chamada. A cada quinze dias limpava as casas, que apesar de o servico ser beeeemmmmmm pesado, o dinheiro e recebido em maos.

Apos isso, limpei muitos banheiros em orgaos do governo, muitas cozinhas e banheiros de predios particulares, alem de ter sido contratada para separacao de lixo reciclavel.

Sim, ralei a beca, e cleaner virou minha profissao por la. Nao tenho vergonha de dizer que fiz faxina, pois estava cursando minha terceira pos graduacao, e sabia que fazia aquilo por algo maior.

Bem, contei um pouquinho sobre meus trabalhos na Inglaterra. Consegui sobreviver la porque tinha permissao para trabalho de 20h semanais, agora tenho que ser sincera, se vc esta indo para la com visto de 10h semanais, e arrumar um trabalho ganhando o minimo, nao conseguira sobreviver com os frutos de seu trabalho.

Conseguir um trabalho que nao seja "sub" e possivel, porem so conheci uma pessoa que teve essa proesa. Nivel de ingles, certificacoes e diplomas internacionais, indicacoes de funcionarios e passaporte europeu sao a passagem para essas funcoes mais intelectuais. Penso que sao todos os fatores que passei reunidos, alem de sorte.

O que acho mais interessante dos trabalhos da Inglaterra com os do Brasil e que la, com um salario de faxineira (logico que nao ganhando o minimo), voce consegue morar, comer, se vestir e viajar. Aqui, com um salario razoavel, vou ter que ralar e economizar muito para ter um poder de compra parecido.

Essa desigualdade assusta, e muita gente permanece por la com medo de voltar as terras brasucas. Nao tiro a razao deles, mas tenho meu pezinho bem fincado no chao de que, fazer isso por um tempo visando um resultado e uma coisa, fazer isso por muito tempo na ilusao de ficar rico, e burrice.

Voce nao vai ficar rico na Inglaterra trabalhando, assim como no Brasil voce tambem nao vai ficar, ehehhe... entao o importante e ter foco e saber o que quer.

Me desejem sorte! Sucesso para nos!
Bjs!!!


Mel Helen

14 comentários:

sah disse...

meeel, primeiro de tudo, quero te parabenizar por ser tao disciplinada e conseguir postar no seu blog mesmo na correria da vida londrina... eu fiz um blog antes de vir e ateh hj nuuunca atualizei :S q vergonha...
e segundo quero te desejar toda a sorte do mundo ai no brasil, tenho certeza q vc vai conseguir algo bem bacana na sua area pois vc nao tem preguica meeesmo! hehehe essa vida aqui de cleaner nao eh facil mesmo mas infelizmente eh a q dah mais grana e q possibilita a aquisicao de mais coisas tbm :)
parabens pela tua jornada flor, vc me deu otimos conselhos antes de vir, segui todinhos e estou super bem :) a gente nem se conheceu mas sempre lembro q vc me ajudou antes de vir pra cah :) tudo de bom flor!! beijao

Anônimo disse...

Mel, é sempre muito bom ler teus posts e sonhar com o dia em que irei para um país legal viver todas essas aventuras. Queria fazer um arquivo em pdf com todos os teus posts para guardar para o futuro...Saudades de vc no msn, no orkut...hunf...aparece mais, amiga... CArol MAscaren

João Roberto disse...

Olá, entrei num site de perguntas na internet com uma pergunta relacionada a bolsa de estudos em pós-graduação em UK e foi recomendado o seu blog. Li alguns de seus posts e gostei muito das dicas, mas gostaria de saber se você sabe também a respeito dessas bolsas de estudos, pois eu ainda não sei nem por onde começar a procurar. rs
Espero não estar incomando com perguntas rs Grato desde já.

My disse...

Olá, Mel
Esta não é a primeira vez q passo por aqui, mas nunca comentei (I don't know why, but.... anyway...)
Só queria te dizer q te acho MUITO GUERREIRA e admiro a sua trajetória na Inglaterra!!
Tenho certeza de q em breve vc colocará a vidinha nos eixos e encontrar um emprego à altura do seu potencial.
Sucesso!!
Beijinhos

Anônimo disse...

Oi Mel!

Por onde vc anda? Dê notícias...

Abraço

Regi

Vida disse...

Achei esse blog por acaso, mas gostei do conteudo.


Muito manero ele hein!

Abraço,

Wesley Mcallister

http://www.vidacandanga.com

Débora disse...

Olá Mel,encontrei seu blog pq tenho interesse de fazer um intercambio para a inglaterra ainda esse ano. Vc poderia me dá algumas dicas ? Tipo, por qual agencia vc fez o seu ? O nivel de ingles interfere mt em encontrar um trabalho lá ? Não tenho dinheiro sobrando por isso desde a primeira semana gostaria mt de ja arranjar o trabalho mais o meu ingles é mt basico. Ahh e ultima pergunta rsrs... gostaria de morar em Londres mais dizem q é mt caro vc acha viavel ou é melhor morar no interior? Vlwww ... e descupas por tantas perguntas estou mt anciosa ;) bjs!

Diego disse...

(tentei achar o teu end de email, mas nao achei, vou postar aqui mesmo)

Ola querida, tudo bom?

Meu nome eh Diego e estou te escrevendo este email para contar que eu amei o seu blog. Tropecei nele meio sem querer, procurando informacoes sobre abertura de contas no exterior, no google, e passei horas lendo as suas peripecias em londres.

Vejo muito de mim no jeito que voce se impoe no blog. Tambem estou planejando a minha ida a Londres por anos. Vou pra la em 2013 fazer um mestrado em Artes Sonicas pela London College of Communication. E a minha to do list tem coisas pra fazer daqui ate 2014! Serio mesmo! Ja planejei milhares de coisas.

Me identifiquei muito com essa sua melancolia de morar com pessoas que vc nunca mais vai ver na vida. Atualmente, trabalho em navios de cruzeiro ao redor do mundo. Ganho muito bem, nao pago aluguel ou comida, por isso, posso economizar muito dinheiro - e recebo em dolares, trabalhando pra uma empresa americana. Outro detalhe eh que eu trabalho na minha area de formacao (Artes Visuais), como tecnico da TV aqui do navio e posso desfrutar de muitas regalias por aqui. Sem contar que viajo pra muitos paises, convivo com muitas pessoas de nacionalidades diferentes e, ate mesmo pelo fato de estarmos todos dentro de um lugar so, a vida e os relacionamentos aqui sao ainda mais intensos do que morar no exterior somente. Por isso, sei muito bem o que eh viver com pessoas que vc pode nunca mais ver na sua frente... e ter esses momentos de solidao e, pq naum, drama tb! Voce pode ler muitas das minhas aventuras no meu blog www.pqeunaosouobrigado.blogspot.com

(cont)

Diego disse...

(cont.)

Mas lendo o seu blog, vc me assustou um pouco com dois detalhes. O primeiro eh em relacao a agencia. Nao pretendo usar. Vou fazer o exame de proficiencia em ingles (jah que sou fluente) por conta, o IELTS. E pretendo fazer todo o processo diretamente com a faculdade. Alias, jah entrei em contato com a coordenadora do meu curso, que me respondeu prontamente minhas perguntas. Na sua opiniao, eh realmente importante ter uma agencia? Porque a faculdade tem toda uma divisao pra alunos internacionais, inclusive com varias opcoes de moradas, por precos mais baixos, quartos singles e tudo mais. E traducoes juramentadas e outros documentos que eu precise, eu consigo juntar sem problemas (alias, jah tenho traducoes juramentadas dos meus historicos academicos e cartas de referencias). Entendo que, por vc, na epoca, ter um ingles mais limitado, eh bem mais comodo fazer todo esse processo por uma agencia, mas, pra mim, eu me viro muito bem lidando diretamente com a faculdade.

Outra pergunta eh sobre a tirada do visto. O meu objetivo eh um pouco diferente do seu e tambem a situacao que eu vou me encontrar. Quando eu tirar o visto, jah terei pago a faculdade e terei o equivalente a umas 10 mil libras pra vida em Londres. Por isso, naum terei que trabalhar em empregos "sub", como vc fez. Alias, te admiro muito por isso, pq eu acho que eu nao conseguiria ficar nesta situacao. Porem, nao vou ficar lah so cocando tb! hahahaha.. o meu curso eh so na parte noturna de terca e quinta, ou seja, terei tempo de sobra pra procurar estagios na minha area - ainda que eu nao ganhe muito e tenha que trabalhar part-time.

Diego disse...

(cont)

A minha intencao eh construir a minha vida na Inglaterra mesmo. Morar de verdade. Voce acha que eh sabio falar isso na minha entrevista para obtencao do visto de estudante? Porque eu vi no site do UK que, depois de terminado o curso, eu posso alterar o meu visto pro Tier 1, como highly skilled professional, ainda sem ter achado de fato um trabalho.. e posso ficar ate dois anos procurando um emprego na area. Fiz uma simulacao daquele sistema de pontos deles e tirei a nota maxima (ter um mestrado na inglaterra e ter o ingles fluente pesa muito). Sem contar que jah tenho visto de trabalho americano que vai ate 2016 e naum pedirei resign do meu trabalho em navios, e sim um break de um ano, aonde eu poderei voltar, se quiser. Entao, eu tenho um historico otimo que naum deixa margem pra ninguem pensar que eu queira ficar ilegal no UK, alem da garantia de emprego numa empresa multinacional, caso as coisas nao deem certo. Mas, ainda assim, tenho receio de eles me negarem o visto por causa dessa pergunta. Ou, ainda, conseguir o visto, ir pro UK e pegar um oficial de mal humor e ser deportado pro Brasil. O que vc acha que eu devo fazer nesse sentido?

Muito obrigado pelo seu tempo e boa sorte na procura de emprego no Brasil!
E me desculpa a falta de acentos, mas este teclado americano naum tem! hahah
Estou no navio, no escritorio, neste exato momento, dae jah viu neh.

Bjs

Pintando o 7 Festas Infantis disse...

OIá, tdo bem? Estou pesquisando a possibilidade de estudar e trabalhar(para me manter) na Europa. Pode me ajudar em umas dúvidas? Vc foi pra lá através de agencia? qual agencia vc indicaria?

Hugo Pereira disse...

Oi mel tudo bem?
Seu posts sao bem legais.
gostei muito do que eu vi e li.

voce tem algum email onde possamos entrar em contato?
me mande por cheapintercambios@gmail.com

ok?

abracos,
Hugo Pereira

Rodrigo disse...

E aí, parou por que? Disse que postaria as últimas fotos na Zorooopa! Estou no aguardo, rsrs

Anônimo disse...

boa tarde, gostei muito dos seus posts. Gostaria de saber se você ainda está em Londres. Pretendo fazer intercâmbio no fim deste ano (2011) e gostaria de saber como está o mercado de trabalho por aí (faço Economia aqui no Brasil). Desde já agradeço. Tudo de bom!
Atenciosamente,
Carlos Eduardo